Assine o Cidade Bike no Youtube!
Eventos

Bicicletada desta sexta pede maior rigor na punição a crimes de trânsito

bicicletada-massa-critica-fevereiro-2016

Nesta sexta, como tradição por ser a última do mês, acontecerá a Bicicletada Massa Crítica. Desta vez, o movimento se unirá à uma campanha binacional que pede mais rigor na punição a crimes de trânsito.

Diversas cidades brasileiras e duas cidades uruguaias estarão unidas, participando de um grande protesto neste dia 26 de fevereiro. O objetivo é exigir que motoristas que matam sejam, de fato, punidos, em um cenário onde a impunidade é terrivelmente comum.

Casos de impunidade acontecem todos os dias, mas está sendo levado em consideração dois fatos históricos no Brasil. O primeiro deles diz respeito ao atropelamento coletivo de ciclistas em Porto Alegre, cometido pelo bancário Ricardo José Neis em fevereiro de 2011. Por sorte, ele não matou ninguém, mas deixou 17 pessoas feridas, sendo processado por onze tentativas de homicídio e seis lesões corporais graves. Ainda hoje o bancário se encontra em liberdade e lutando para que seu julgamento continue sendo adiado.

Reveja as cenas fortes do ocorrido. Ironicamente, o grupo de ciclistas estava protestando por mais respeito no trânsito:

O outro episódio relembrado pela campanha aconteceu em 2011, no mês de julho. Vitor Gurman saiu para jantar e, por saber que iria ingerir bebida alcoólica, deixou seu automóvel na garagem. Enquanto caminhava na volta para casa, um jipe invadiu a calçada a 90 quilômetros por hora e o atropelou.

O carro, que já possuía 26 multas registradas (sendo 10 delas por excesso de velocidade), estava sendo conduzido pela nutricionista Gabriella Guerrero Pereira. Ela estava tão embriagada que, mesmo 8 horas após o crime, ainda não conseguia tocar seu nariz com o dedo indicador num teste feito pelo Instituto Médico Legal.

Enquanto Gabriella saiu totalmente ilesa, Vitor não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo 5 dias depois. O caso também não foi julgado, mesmo já tendo passado 5 anos. A nutricionista continua solta e dirigindo seu automóvel livremente.

Centenas de outros casos tornam esse tipo de impunidade um assunto ainda mais sério. Nesta edição da Bicicletada, os ciclistas se reunirão na Praça da Independência às 18 horas. O trajeto é definido no local, de modo democrático. Os participante lembram que a proposta do evento não é promover um passeio ciclístico, vai muito além disso. Trata-se de um protesto, onde o diálogo com os motoristas se faz fundamental e representa um momento onde os ciclistas se unem para mostrar que precisam de mais espaço e respeito nas ruas de João Pessoa.

Mais informações sobre a Bicicletada Massa Crítica na página oficial do evento no Facebook.

2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: Motorista embriagado atropela e mata ciclista em João Pessoa – Cidade Bike

  2. Pingback: Como foi a Bicicletada Massa Crítica (Edição Fevereiro 2016) – Cidade Bike

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas publicações

Somos um coletivo de pessoas que usa a bicicleta como meio de transporte em João Pessoa e que sonha com uma cidade mais ciclável.

Outras publicações

Acompanhe-nos no Facebook

Copyright © 2016 - Cidade Bike. Todos os direitos reservados.

To Top